Páginas

sexta-feira, 30 de março de 2012

A rainha Atta

Na foto abaixo vemos a montanha de folhas e pétalas de rosas cortadas e empilhadas pela rainha, sobre o papel molhado, sua fonte de umidade. Um cheiro forte e intrigante exalava desta pilha. Imagino que seja a sua substância antisséptica, pois somente em um ponto do topo da pilha tinha um foco de mofo, que eu retirei antes de fazer a foto.


A caixa dela após uma limpeza geral, e agora vemos a bola de fungo que cresceu consideravelmente!



Coloquei uma nova fonte de comida, já que aquela pilha tinha quase uma semana, eu acho. Coloquei pétalas de rosa menina.




A pachycondyla impressa

Após se alimentar de uma mosca a pachycondyla colocou os seus ovos!



A Substitutus com sua prole!

Muitas larvas! Algumas destas vão entrar para o processo de adoção!



Mamãe super protetora

Abri o pote da Camponotus Sp e assustada ela correu para proteger os ovos e larvas.


segunda-feira, 19 de março de 2012

Muitos ovos já!

Folha de 'quebra pedra' ao centro e o bolo de ovos a esquerda. A bolinha de fungo está nas mandíbulas da rainha... e ela está de costas na foto! ;^)


A borboleta

Festinha no formigueiro das dories. Elas coletavam os fluidos do corpo da borboleta, e levavam para a câmara dos ovos.



quinta-feira, 15 de março de 2012

C. Adotivus

Toda a ninhada que vemos nesta foto não pertence à esta rainha. Quando chegou em minhas mãos ela tinha perdido tudo o que produziu, inclusive uma operária já nascida. As larvas que vemos na foto estão em franco desenvolvimento, mas como eu já disse antes, elas não são filhas desta camponotus sp, mas da sericeus (a camponotus preta). 2 das pupas estão por nascerem; e somente quando isso acontecer que vamos ver se esta camponotus é da família adotivus, como diz o amigo Marcelo Trein. ;^)



A camponotus com sua ninhada!

Uma quantidade grande de ovos já foi gerada.


Acho bacana a cor do seu abdômen.


quarta-feira, 14 de março de 2012

A rufipes e as larvas

A rufipes finalmente se alimentou pela primeira vez desde que chegou. Tomou três gotas de mel! Vacilei em não misturar no mel uma pequena quantidade de polivitamínico.


As larvas da camponotus sericeus que eu coloquei para a rufipes cuidar estão bem desenvolvidas. Vejam que duas das larvas já estão quase nascidas!


As odontomachus

As odontomachus com seus ovos e larvas.





A Atta...

Abri o pote para colocar pétalas de rosas brancas e a rainha não gostou da perturbação.


Mas depois ela gostou e passou a se dedicar ao cultivo de sua bolinha de fungo.




segunda-feira, 12 de março de 2012

Uma atta

Linda esta rainha!



A rufipes

A rainha rufipes perdeu toda a sua ninhada própria, não restou nem um ovinho. Então peguei algumas larvas da rainha sericeus e coloquei pra ela que imediatamente começou a cuidar. O interessante é que depois que ela reuniu as larvas num dado local no tubo, ela começou a fazer uma dança sobre as larvas... Será que na verdade ela estava borrifando feromônio sobre as larvas? E sendo assim torná-las efetivamente suas filhas adotivas?



video

Fantasmas

Eu estava cuidando das minhas rainhas, alimentando, e quando me dei conta muitas formigas fantasmas estavam rondando o chão onde eu estava sentado. Não há nada que a gente faça por aqui, que envolva comida, que elas não venham infestar. Coloquei umas gotas de mel com um inseticida no chão, elas coletaram, mas acredito que não tenha havido nenhum efeito na sua colônia. Estou tentando erradicá-las porque não só já são verdadeira praga aqui em casa, mas também porque tendem a invadir tubos e potes onde guardo as rainhas, para roubar os ovos, etc.


sexta-feira, 9 de março de 2012

Linda

Lindas manchas douradas nas laterais de seu abdômen.


quinta-feira, 8 de março de 2012

Odontomachus

Veja esta rainha! Ela usou o papel molhado para criar uma estrutura no pote, com certeza pra garantir uma umidade uniforme. Além de ter um toca embaixo da ex bola de papel.


E esta na caixa de tic tac está com o seu desenvolvimento dos ovos a pleno vapor. Coloquei 2 mosquitos e ela comeu ambos. O que aparece na foto próximo aos ovos foi devorado posteriormente. As fotos não estão melhores por conta do embaçado da caixa!



Coleta

Coletando água e leite condensado!


terça-feira, 6 de março de 2012

Primeira vez no alimentador

A colônia de dorymyrmex cresceu! Não dá mais para abrir a tampa do formicário para por comida, sem que um pandemônio seja instalado, então passei a usar o alimentador.



quinta-feira, 1 de março de 2012

Nasce a primeira operária

Nasceu a primeira operária da formiga que foi identificada como brachymyrmex. No entanto não pude deixar de notar uma grande semelhança da operária com a famigerada 'formiga fantasma' (tapinoma melanocephalum). Como ela estava recém nascida no momento da foto vou deixar pra verificar isso quando chegar em casa, quando a sua coloração já estará definida.