Páginas

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

O Remédio!

Na terça-feira, anteontem, cheguei em casa e encontrei um dos soldados morto. Com isso decidi executar uma idéia que eu estava exitando em fazer, para não colocar em risco a colônia, a rainha, etc. Coloquei numa vasilha um pouco de suco de acerola bem adocicado, e adcionei uma pequena quantidade de 'Aqualife', um fungicida e parasiticida para peixes ornamentais. Cada 100 ml do produto contém: 0,45g de Acriflavina, espero que o produto mate apenas o fungo e não a bactéria Blochmannia, seu endossimbionte que sintetiza aminoácidos. Nesta foto as primeiras formigas que se aproximaram começaram a coletar o remédio.


Vejam que maravilha o abdômen deste soldado repleto de suco com fungicida.


De boca em boca o remédio foi espalhado entre todos os membros da colônia, somente a rainha não recebeu uma dose da comida com fungicida. Estranho, não? Normalmente a rainha é uma das primeiras a receber o alimento disponível.

Nesta foto vemos todos os indivíduos da colônia. O fungo foi devastador!

4 comentários:

  1. Parabéns pelo trabalho.

    Poderia entrar em contato:

    danielbouzada+formigas (arroba) gmail.com ?

    Obrigado

    ResponderExcluir
  2. Aí Mel,

    Seu trabalho está cada vez melhor, surgindo um monte de questões e essa é a melhor parte! Já poderia se fazer um laboratório para se desvendar tantos mistérios ecológicos, microbiologicos e de fungos, além de química.
    Você só não deveria ter jogado o antigo formigário no lixo, poderiamos fazer cultura desses esporos e vê qual a espécie e o que ele causa, nas formigas ou humanos. Nunca se sabe o que pode aparecer.
    Mixel gosta de ecologia, daria para fazer um projeto bacana observando os comportamentos "estranhos" e em um formigário é muito simples fazer vários testes. Vou conversar com ele, sobre essa idéia!

    Abraços,

    Vanessa

    ResponderExcluir
  3. Olha só, Sr. Melk. Também sou designer e fascinado por formigas. Inclusive estou tentando desenvolver um protótipo de formicário em resina, mas estou estudando o máximo possível antes de presumir que a minha construção seja adequada aos "interesses das formigas" :)
    Fiquei curioso em saber se o remédio funcionou ou não.
    Entre em contato comigo (gustavo.doo@gmail.com) que eu te explico mais detalhes do meu projeto.
    Valeu!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Li todos os posts do seu blog. Formigas são realmente fascinantes. Parabéns pelo trabalho e continue postando! Estou curioso também em saber se você conseguiu salvar o formigueiro.
    Abraços!

    ResponderExcluir